segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Gestar após perdas múltiplas.

Nem tudo são flores. E ninguém consegue entender porque não temos aquele sentimento de felicidade plena. O medo sempre nos ronda. Sempre.
Se vocês já passou por isso deve entender do que eu estou falando. Temor, ansiedade, incertezas. E tem aquele sentimento de que a qualquer momento essa felicidade pode ser tomada de nós.
Eu, por mais que minha barriga esteja bem grandinha, por mais que eu tenha sido abençoada com dois bebezinhos a gestação ainda é muito abstrata. E ninguém fala do luto. Nem eu.
Como deixar os outros 3 bebês que não nasceram? Como velar filhos sem corpo. Não houve funeral, não houve ritual. E para nós eles não era um amontoados de células, eles são nossos filhos que não nasceram. Há um sentimento de culpa, perda e saudade. Eu teria 5 filhos. Eu tenho 5 filhos, 3 em outro plano e 2 no ventre, mas por mais que eu tente eu não esqueço os que se foram. 
Isso gera uma angustia muito grande. Todos esperam que estejamos soltando fogos de artificio, que gritássemos aos 4 cantos, que publiquemos em todas as redes sociais. Não. Nossa vontade era guardar essa gestação só para nós. Gera-la dentro da nossa casa, protegida do mundo. Nosso desejo era só contar ao mundo quando eles nascessem na esperança que assim nenhum mal pudesse os atingir. Queríamos te-los só para nós. E assim fizemos, por um tempo. Passaram as 12 semanas, 16 semanas e só aí começamos contar aos familiares. Muitos não entenderam. Muitos questionaram. Mas qual a necessidade de publicar tudo? Exibicionismo? 
Estamos bem assim. Não precisamos dessa atenção. Nós quatro somo o que importa. Nós 4 somos a nossa família. Ninguém mais. 
Talvez quando o luto passar tenhamos mais coragem, mas sinceramente não vemos necessidade. Ainda não aprendemos a falar do luto, a entender e vivenciar o luto. Algumas coisas acontecem na vida para que entendamos o real valor das coisas. Nesse momento estamos reclusos. Gestando juntos nossos bebês. Sim estamos grávidos. Os dois. Só nós dois. 

4 comentários:

Deh disse...

Gaby, é exatamente assim. Eu também perdi, infelizmente ainda não estou grávida e sei que vai demorar... mas desde que descobri a outra vez a gravidez tinha medo, o que eu temia aconteceu e desde então continuo com medo e o dia que eu engravidar (se Deus quiser vou) o medo continuará me acompanhando.
E referente a questão de contar, faremos exatamente assim. Em primeiro lugar não contaremos a ninguém quando fizermos a fiv e quando der certo também as pessoas só ficarão sabendo quando verem a minha barriga crescendo. Porque:
*as pessoas dão pitaco demais, se metem demais;
*tem umas que nunca falam com a gente, mas pra vim opinar em tudo elas vem;
*pq elas contam para Deus e o mundo da sua gravidez;
*e pq muitas não querem realmente o seu bem;
Infelizmente é tudo verdade, passei na pele isso e muito mais....
Além da perda, saber que algumas pessoas ficaram felizes por isso acontecer, dói demais, não tenho nem palavras para descrever.
Mas saiba que eu estou rezando por vc e vai dar tudo certo.
Beijos.

Lulee disse...

Verdade tbm me sinto assim. Só essa semana relatei minha perda no meu blog. Tô agora com minha bebê linda e maravilhosa graças a Deus ao meu lado. Vai dar tudo certo pra vc tbm, sei q muitos não entendem tbm quase não postei no face fotos minhas gravida, e fui muito criticada por isso.

Lulee disse...

Verdade tbm me sinto assim. Só essa semana relatei minha perda no meu blog. Tô agora com minha bebê linda e maravilhosa graças a Deus ao meu lado. Vai dar tudo certo pra vc tbm, sei q muitos não entendem tbm quase não postei no face fotos minhas gravida, e fui muito criticada por isso.

Em Nome dos Pais de Múltiplos disse...

Pensem no lado positivo. Em cada caminho há uma luz (as vezes duas rs).
Há duas vidas que escolheram vocês como pais, pensei no positivo.

Em casa, o silêncio sobre o filho que partiu para outro plano, as vezes circula, em outros dá saudade e em um muito especial, nos comunicamos.

Cuidem da mente e do corpo com pitadas de paz e alegria, deixem a angústia para trás e distribuam sorrisos!

PAZ