sábado, 31 de dezembro de 2011

O sentimento da Vitória - que venham as montanhas de 2012

Outro dia disse no meu Facebook que minha vida tinha sido programada no MODO:  HARD, porque o MODO: EASY era para os fracos.

Sempre foi assim. Nada, absolutamente N.A.D.A na minha vida veio fácil. Tudo aconteceu com muito trabalho e muita, mas muita determinação.

Um tempo atrás, perguntei ao marido qual havia sido o dia mais feliz da vida dele; ele pensou, e depois de um tempinho me disse que havia sido o dia que ele havia passado na FUVEST e entrado na melhor faculdade de direito do Brasil. Ele estudo 1 ano e meio. Veio para São Paulo sozinho e empreitou nessa tarefa com dedicação e MUITO esforço. Mereceu.

A minha resposta foi o dia que pisei meus pézinhos no solo Americano. Sozinha.

Eu sempre sonhei em viver lá. De ir pra lá. De conhecer aquele país. Quando eu tinha 18 anos, pedi ao meu pai, e prontamente ouvi um não. Ele me disse que se eu tivesse 80% da grana, ele não teria 20%. Até hoje me recuso em acreditar nisso... acho que ele não tinha a menor idéia do que era. Imaginou um número e assumiu aquele número impossível, e ficou por isso mesmo.
Mas meu sonho continuou, nunca desisti, apenas deixei de lado. 5 anos depois, muitos nãos depois, eu finalmente consegui uma chance. Na época o dólar estava US$1 para R$2,80. Logo para concretizar a viagem tive que trabalhar em 2 empregos. Das 8 da manhã as 11 da noite. Durante 1 ano. Foi puxado. Duro. Toda a papelada, visto, passaporte, grana, emprego, fiz sozinha. Uns dias antes da viagem, meu pai pegou um envelope com US$200 e me entregou. Agradeci. Mas se algo desse errado essa grana não pagava nem o vôo de volta. Fui com a cara e a coragem.
Sabe o que eu senti, depois que passei pela imigração e que tudo tinha dado absolutamente certo? Algo que somente quem lutou muito pra conseguir o que sonha sabe o que é: VITÓRIA.
Você não controla as lágrimas. Você quer gritar. Por dentro um turbilhão passa na sua cabeça. Toda a determinação valeu a pena. E o ÚNICO responsável por isso é VOCÊ. É lindo. É sensacional. É inexplicável.  A melhor adrenalina da minha vida. Voltei depois de 1 ano lá. Realizada. E nunca esqueci o sentimento da chegada.

Muita gente N.U.N.C.A vai sentir isso. E esse é o meu consolo. Quem ganha a vida no modo EASY, nunca vai ter o gostinho da vitória. Nunca vai sentir a adrenalina da conquista.

O que me faz pensar que o baby vai ser, e deve ser a mesma coisa. Imaginem, você não planeja um filho, mas ele vem. Você provavelmente fica assustada, com medo e no fim, acredito, feliz.

Mas... se você sempre sonhou com esse filho. Ele já tem nome. Rostinho. Quarto. Você já o ama antes mesmo de sua concepção. Você planeja e dá o melhor de si para que ele venha no melhor momento de sua vida, onde você poderá dar o melhor de si para ele. E ele demora meses, anos para vir.

Dá pra imaginar a felicidade, o êxtase quando essa criança finalmente é recebida neste lar? Algumas pessoas vão, vamos dizer, ser privilegiadas e  passar por isso, outras já passaram e estão por aí para nos contar (se é que é possível) o sentimento dessa conquista.

Seria outro modo de encarar a luta. Como se Deus estivesse nos dando a oportunidade de vivenciar algo simplesmente MARAVILHOSO. Vou tentar encarar isso como um presente de Deus. Pequenas gotas de felicidade extrema para que essa minha vivência na Terra tenha seu valor.

Que venham as montanhas, pois eu as escalarei. Que venham os rios, pois eu os atravessarei. Que venham os vales que eu os cruzarei...

Colorado Mountains
"Ain't no Mountain High Enough"


Deus me fez assim pois sabia que eu era capaz de superar tudo e de superar a mim mesma. Eu SOU FORTE.
Assim dizia a música:



Feliz 2012 - cheio de Conquistas, pois a Felicidade, vem com ela.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Um Natal sem muito Brilho....

E lá fui eu passar o feriado com a família do marido.



Na casa da vovó.

Casar tem dessas, duas pessoas, duas histórias diferentes e duas famílias construídas de formas totalmente diferentes.

Minha família é explosiva, grande e extremamente festiva. A dele não, é pequena, calma e passiva. Eu tento, faço o que posso para passar um pouco do meu "Q" por festas, mas não se muda uma família inteira. As 11:00 da noite estávamos todos na cama. Sem troca de presentes, sem fogos de artificio, sem aquela comilança toda, sem árvore de natal. Eu nem liguei para a minha família receosa de chorar no telefone.

A família não sabe que estamos tentando um bebê. Nem a dele, nem a minha. Muito menos sabem que está mais difícil do que queríamos. Meu cunhado mais novo (great) engravidou a namorada. Eu nunca gostei dela. De todos os contras que tenho quanto à ela o maior é que ela é uma folgada. Preguiçosa mesmo (veja aqui). Uma anta. Dai que fica difícil de ficar perto dela. Dela e do bebê dela. E adivinha o que aconteceu o tempo todo?

Sim, minha sogra, falou o tempo todo sobre bebês, deu até nome pro nosso bebê: Pedro Henrique. E foi um tal de Pedro Henrique pra lá, e quando o Pedro Henrique vier pra cá. Fora as vezes que ela literalmente esfregou a nova netinha dela na minha cara. Literalmente. Quase jogou a pequena no meu colo várias vezes. Tortura.

Sei que posso parecer uma pessoa má. Afinal pobre bebê, não é mesmo? Que não tem nada a ver com isso. Não pediu para vir ao mundo e etc e tal. Aquele sermão todo. Mas vocês imaginam a dor? Estar num lugar aonde não se queria estar, com pessoas que não se queria estar, vendo alguém que não dá a mínima realizar um sonho que eu planejo por 3 anos?? Muitas de vocês sabem bem do que eu falo. E talvez sintam o que sinto. É difícil, muito difícil mesmo, admitir o sentimento de inveja.

Não que eu sinta isso por todas as pessoas que tiveram filhos. Não mesmo. Amo bebês alheios e fico muito feliz quando vejo alguém trabalhador, honesto e que quis muito, ter um filho. O que é difícil de engolir é quando o contrário acontece. Alguém que nunca lavou um copo, arranja um filho para arrumar a vida. E todo mundo acha normal. Bonitinho. Olha que lindo, ela teve mais um bebê.

Sei que é até feio dizer essas coisas. Mas elas estão no meu coração. Foi uma semana que exigiu muito de mim. Para que eu ficasse quieta, e não falasse o que eu realmente pensava. Fiz minha parte. Marido ficou feliz. Pelo menos alguém. Pajeou a sobrinha o tempo todo (o que doeu mais ainda). Viu os pais. E na hora da ceia quem não apareceu? Os dois irmãos. O do meio e o mais novo. Sumiram. Apareceram depois que todos já haviam ido embora, deram suas desculpas e foram embora. E a gente teve que viajar horas para estar lá... tem coisas que são duras de engolir.

E no casamento temos que abrir mão de muitas coisas. Até da nossa felicidade. As vezes. Respira e reza pro ano seguinte ser totalmente diferente!!!

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Meninas Más não ganham presente de Natal.


Daí que não fui uma boa menina esse ano.

Essa constatação sai do pinga pinga que rola aqui comigo. Isso significa que Papai Noel não vai trazer meu presente. E não terminarei esse ano grávida. Logo, se ele se recusou a dar meu presente posso entender que devo ter sido uma menina muito das más.

Tá eu admito, andei tendo uns comportamentos desagradáveis. Tive sentimentos não apropriados para com algumas pessoas, e dei, sim meus xiliques, xiliquentos por aí...

Mas poxa vida Papai Noel, precisava ser tão cruel assim? A tortura do pinga-pinga é péssima para a mina ansiedade. E tem mais, o Sr. nunca ouviu falar em TPM? Ela é a mais nova amiga das colhegas-sem-pílula, viu? É tipo um vulcão prestes à explodir dentro da gente. Some à isso o problema do ventre vazio e da neurose de todas-as-meninas-de-19-anos-que-ficaram-grávidas-dando-O-golpe e você queria mais o que? Temos vocação pra santa não...

Deixe-me ir ali na lojinha da esquina ver se acho um presente novo para dar neste Natal, pois o que eu havia planejado dar ao marido, is sold out.

Putz, manda uma Smirnoff Ice que to precisando afogar as mágoas....

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Tá esperando Benhê??

Marido é do interior.
Mas não de qualquer interior, ele é do interior de Minas Gerais, sô.
Mineiro come quieto, dizem.

Daí que tenho que esporadicamente ir aos Cafundós dos Judas  contudo, o quanto mais eu puder evitar, melhor.

Nada contra cidades pequenas. Ou pessoas do interior. É que eu nasci em São Paulo city, sou das mais cosmopoliTÂnas possível. com sotaque no tâ e no numTÔintendÊndo.

Sim, meu passeio relaxante é dar voltas no Shopping e perder e noção da hora lá dentro. Olhar t.o.d.a.s as vitrines, tomar um café e como ninguém é de ferro, comprar um sapato.

Mas, numa dessas idas aos Cafundós, 5 anos atrás,  fomos visitar os pais de um grande amigo de infância do marido. O amigo, espertamente, já não morava mais lá.

Ao chegar na porta de entrada, a mãe, uma senhorinha beata de igreja, vê no meu lindo vestidinho novo (mas justinho) uma saliência na minha barriga (banha, lógico). Como éramos recém-casados, o que você imagina que veio na cabeça da mãezinha beata?

a) ela tá com lombriga;
b) ela tá com gases;
c) ela tá gorda;
d) ela tá prenha;

Sim, ela pensou na alternativa d) . E com a delicadeza de um Tiranossauro Rex, apontou em minha direção, esticou suas mãozinhas, acariciou minha pança e soltou em alto e bom som:

- Aaaaaahhhhh, Tá esperando benheeeeeeê??

Aonde se enfia a cara num momento desse? O que se responde? O que se faz???
Logo explico eu pra tiazinha:

- Não minha senhora, to gorda mesmo!!!! e mudei de assunto imediatamente, porque não tenho vocação para avestruz...

Mas o fato nunca saiu da minha cabeça. A cena vergonhosa também não, e o vestido, nunca mais usei.

E é por essa e outras que eu não conto pra ninguém que estamos tentando ha meses ter um neném. O povo tem mente fértil, aí qualquer dor de barriga, enjoo, gases ou coisas equivalentes, vão me por na situação de novo. E colhega... vou te falar, que vergonha, viu!!!

Fora o constrangimento do:

- Ainda não?? Nossa, tá demorando né??
- Tá? Jura? Agora me conta uma novidade que eu não saiba.

ou

- Nossa ... quando vocês vão ter um neném??
- Olha encomendei na cegonha, mas num tô conseguindo encontrar o código verificador e acho que a mercadoria, oops, bebê, se perdeu;

ou

- Nossa, você tá cheinha, ein!! (com olhares suspeitos e risadinhas nos cantos dos lábios)
- É tô. Acho até que vou fazer uma lipo, me passa o número do seu médico?

Etc... etc... etc...

Dá pra guentar??uai, aqui menina,vai cuidar da sua vida, sô!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pensamento Positivo!

Mais um ciclo está a caminho!

Dessa vez não insisti em absolutamente nada. Tô deixando as coisas rolarem!!!

Mas... estou com um PENSAMENTO SUPER POSITIVO!!!


E hoje, eu acordei super feliz! Felicidade atrai Felicidade.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A Intromedida III - Never give up!

E eu nem precisei esperar muito... nem entrar em crise de abstinência. Nenhum teste foi feito esse mês.

Com 3 dias de antescedência, alguns avisos e muita, muita dor. Dor física e na alma.

Fiquei meio sem chão. Sem saber o que estou fazendo de errado. Tá tudo fisicamente bem. Comigo e com marido. O que falta então?

O que falta então?




PS: se mandar eu relaxar vai ouvir ein!! E pensar em outra coisa então, merece tabefe naszoreia....

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

VTGA - viciadas em Teste de Gravidez Anonimas

Oi.

Meu nome é Gabriela.

Estou limpa a 32 dias.

Tem 32 longos dias que eu não faço nenhum teste de gravidez.

(palmas)

Obrigada.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

EGGS ! Com Happy Chickens!!

Quando eu era pequena ganhei (junto com as minha irmã e 2 primas = logo 4 meninas) um pintinho cada uma na feira de Cães e Cia. (sim somos velhas, tks for reminding it).



 Achamos a coisa mais lindinha e lógeco, levamos os bichinhos amáveis para casa da vovó onde no século passado ainda se tinha quintais de terra pros bichinho ciscarem.
Papai, mamãe, vovó e titia acharam que os pintinhos iam morrer logo....mas com tanto amor e carinho os 4 viraram franguinhos e logo frangões. Daí passamos a ter medo dos ditos cujos, pois eles corriam atrás da gente!!! Vingativos eles.




Um dia, ao chegar na casa da vó, tinham apenas 3 frangões... um, segundo consta, havia  morrido. -> Havia frango ensopado na panela. Ficamos tristes, mas é a vida, e almoçamos felizes sem maiores suspeitas...

Outro dia o 3º frangão vingativo fugiu!!! Aqueles serelepes! -> havia frango no almoço.

E assim por diante todos os fragões, sadios e felizes foram-se indo... mas viveram fortes, felizes e cacarejando no ouvido alheio todo dia as 5:30 da madrugada. Mas foram felizes e cumpriram sua missão na terra: fizeram 4 menininhas bem fortinhas!!


Daí que lendo Jamie Oliver...

( Óh, Eu amo o Jamie Oliver!!!)

Eu leio sim os livros dele, e assisto seus programas. Adoro o modo com ele fala sobre as coisas simples da vida e como cozinhar deveria ser simples tb.

Me deparei com o causo do ovos de granja quando folheando um dos livros dele ele fala (nos lembra) de como as galinhas sofrem e são obrigadas a botar ovos. Onde elas vivem e em quais condições elas vivem... é triste.


Hoje só compro ovos de galinhas felizes. Happy  Chickens, como eram os meus frangões!! Vingativos, mas felizões!

Veja, já que elas vivem em penitenciarias para galinhas, que pelo menos elas tenham chance de banho de sol e uma terrinha pra ciscar e esticar suas perninhas e talvez, visita íntima. Dignidade. Que pelo menos elas possam ver a luz do sol!!!

Veja o vídeo do Jamie (em inglês) falando sobre as galinhazinhas:


Comer Para Crescer falou sobre isso essa semana. Foi esse blog (agora site) que me deu as ideias que tenho sobre alimentação até hoje. Minhas restrições vem, em parte, do que elas me ajudaram a entender.  Nugget, hamburguer pronto, refri, suco tang... tudo isso tem química demais, e acaba, sem a gente perceber, fazendo parte da nossa vida e intoxicando nossos organismos. Sem que a gente percebesse se tornaram "itens essenciais" na nossa dispensa.

Lembra que a vovó tinha que matar o frango (feliz e arrisco) se quisesse comer nugget...

E daí que tudo se junta: O excesso de consumo de industrializados, a química dada pro franguinhos crescerem mais rápido, galinhas botarem mais ovos pra virarem Nuggets e você garotinha, não precisar se esforçar muito e apenas assar mais uma das caixinhas práticas do seu empacotado freezer...

É ou não é um circulo vicioso?

Se esse é preço da "modernidade" não custa dar alguma dignidade às galinhas e franguinhos. às vacas, aos porcos e por aí vai.

É mais caro? É. É mais gostoso? É. Qual o preço da sua consciência? Cada um tem o seu.

Na vida, darling, você decide!

domingo, 20 de novembro de 2011

Sobre desencanar...

Acho que o que mais me irrita quanto à essas tentativas de engravidar é quando alguém descobre, ou o assunto vem à tona.
Todos falam: " - ah, mas vc tem que desencanar.... não pode ficar pensando nisso, pensa em outra coisa...."

Tem baboseira maior para dizer?

Vamos lá, se vc é apenas um curioso neste blog, amigo de alguém que está nesta jornada, marido, parente, mãe ou irmão de alguém que está tentando engravidar, por favor, NÃO:

- mande ela/ele desencanar;
- mande ela/ele pensar em outra coisa;
- diga que é assim mesmo, que pode demorar até um ano.
- pergunte se já rolou (vc saberia se tivesse dado certo, dãh);
- pergunte se o casal está fazendo sexo regularmente;
- pergunte para quando é o bebê;
- pergunte se a gente está planejando;
- de preferência, não fale sobre bebês!!

Não é que a gente odeie bebês alheios, é que é um momento muito difícil de lidar.  Algo que a gente nunca imaginou que passaríamos. Nós, herdeiras da geração que queimou sutians, mulheres modernas, donas do próprio nariz, do próprio corpo, independentes e poderosas. É complicado não ter o controle sobre algo que deveria ser tão natural.

Assim como muitas colegas, eu não imaginei que passaria por isso. Achei que seria pá pum e que esse seria o presente de Natal da minha família. Que eu faria fotos grávida para meu cartão de Natal, e que anunciaria na Ceia que um novo membro da família está a caminho. O grande herdeiro finalmente havia chegado.

Doce engano.

Nada é exatamente como planejamos, e eu estou passando por uma grande provação.

Esperar é um dom.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Lugares para fazer bebês 4 - **O Motel**

Daí que você tá no esquema treino-todo-dia-mesma-hora-sem-faltar-um-dia.

Cansa. I know my friend...

Você tá cansada de olhar para o teto todo dia e procura inspirações para não deixar o T acabar e poder continuar no ritmo proposto nos manuais de fecundação. Conheço e compartilho seu pesar, Oh Lord...

Mas é pra isso, cara colhega, que essa seção está aqui: Lugares para fazer bebês é uma categoria de posts que te ajuda a sair da rotina, porque convenhamos, quarto-e-cama todo dia é de acabar com o desejo de qualquer um.

Logo, se vc está falida e não tá podendo ir a nenhum dos 3 lugares anteriormente sugeridos, aqui vai o mais simples: O Motel.


Porque mulher casada também namora. O marido, no caso.  

E sem vergonha, né (ambos os sentidos, rá) lembre-se dos seus anos de garota universitária, sem grana, falida e com o desejo nas nuvens. Quando tinha que dividir a grana e pagar a metade junto com o colhega que lhe dividira a cama. Tempos árduos aqueles. Mas pense, naquela época a gente ia no motel, namorava horrores, voltava pra casa de cabelo molhado e se escondendo para mãe não perceber. As noites era bem divertidas, cada noite num motel diferente (para algumas até os rapazes tinham nomes diferentes, he he), com langerie diferente e até uma bebidinha para esquentar a noite....

Áh, vá... era bem legal. E ainda é! Vai lá se esbalda e dessa vez, quando olhar pro teto, VAI TER ESPELHO!!! Depois uma banheirinha para relaxar, voltar pra casa com cara de bobo e com a sensação de que fez algo erradíssimo.

Não tem como falhar: Guia de Motéis - SP 

 enjoy.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Encomenda Surpresa

Melhor post ever. é da Lulu Não Dorme!


pensa, colega, pensa; Tá tudo incluso no pacote que estamos encomendado. Só que esta parte está em letras beeeem miudas que ninguém consegue ler.


Mas vem de brinde. Juro.


Ainda tá topando?

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O exame do Potinho II - agora sim.

E marido foi lá fazer o exame do potinho.

Porque a vida é justa né?? Se eu (nós) temos que passar pelo desconfortável papa, ultra transvaginal, curetagem e etc... ele tem que pelo menos passar um carão no laboratório.

Segundo ele foi rápido (ixi!!) e indolor (jura?).

Disse que foi lá, e dessa vez ninguém gritou aos 4 cantos o motivo da visita. Recebeu o copinho, com contagem de militros (litros? rá) e um lencinho humedecido. Fechou a porta e viu umas revistas ali. Resolveu dar uma olhada (eca!) e tomou um susto: - era a G MAGAZINE. maior susto!! - Ah não, não pode ser... isso só pode ser sabotagem!! - ele largou o treco lá - tudo amassado, ou pisaram em cima, ou usaram muito, ado, aado, cada um no seu quadrado.

E viva o Iphone. Thanks Steve Jobs. Salvou a gente nesse exame. a gente nada, o marido, pois eu não fui junto não. chega de carão.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Não foi Acidente!

Simples assim: Você vai assinar ou esperar que tragédias como essa aconteçam na sua família??

Não foi Acidente é uma petição pública de Rafael Baltresca. Ele perdeu a mãe e a irmã recentemente, atropeladas na calçada do Shopping Vila Lobos - Zona Oeste de São Paulo.

Na dor ele encontrou motivação para tentar mudar as leis que punem quem bebe e dirige. Eu não quero que alguém da minha família passe por isso. Já assinei a petição; Você vai precisar do seu título de eleitor.


Vale a pena assinar.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Parto Natural

Não preciso nem dizer a minha opinião, né? Tenho pavor de ter que passar por uma cesária. Acho um absurdo mulheres que acabam sendo induzidas à uma cirurgia desta. Acredito em abuso de poder por parte dos médicos. Estou determinada a não passar por isso. Não é certo, não consigo engolir essa estória sem pé nem cabeça que os médicos inventam. A nossa salvação é a informação. Peguei a dica da Carla .
Minha obrigação é repassar.



"O filme "O Renascimento do Parto" retrata a grave realidade obstétrica mundial e sobretudo brasileira, que se caracteriza por um número alarmante de cesarianas ou de partos com intervenções traumáticas e desnecessárias, em contraponto com o que é sabido e recomendado hoje pela ciência. Tal situação apresenta sérias conseqüências perinatais, psicológicas, sociais, antropológicas e financeiras. Através dos relatos de alguns dos maiores especialistas na área e das mais recentes descobertas científicas, questiona-se o modelo obstétrico atual, promove-se uma reflexão acerca do novo paradigma do século XXI e sobre o futuro de uma civilização nascida sem os chamados "hormônios do amor", liberados apenas em condições específicas de trabalho de parto.

Com a participação especial do cientista Michel Odent, do ator e diretor de cinema Márcio Garcia e sua esposa, a nutricionista Andréa Santa Rosa.
Um filme de Érica de Paula e Eduardo Chauvet."

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

A Intromedita II - A revanche!!!

Adivinha quem se intrometeu nesse processo mais uma vez?? Pois é. Não foi dessa vez, ainda....

Mas, a vida está cheia de turbulências nesse momento, e assim como a Meisy acho que minha carreira está para dar uma reviravolta. Até nem fiquei muito ansiosa esse mês, fiz apenas 2 testes (prontamente negativos, óbvio) e sinceramente achei bom. Pois se pretendo fazer algumas mudanças na minha vida, esse não seria o melhor momento para ter um bebê.

Mas não vou ser radical como a colega, não vou voltar aos anticoncepts, vou apenas viver a vida e ver no que dá. Se vier bom, se não, vamos seguindo em frente.

O ciclo dessa vez foi de 27 dias... o que tb é bom. Tenho uma consulta com a GO agendada e marido foi hoje fazer amor com o potinho. (depois conto mais, eu mesma ainda não sei o que rolou)

E vamos assim, seguindo a vida e deixando as coisas rolarem...

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O Exame do Potinho

Dai que ficamos 3 dias sem fazer aquilo para poder fazer o tal do exame do potinho.


Acordamos cedo, sem café da manhã, em jejum de tudo (literalmente falando) e fomos ao laboratório, feliz e contentes de morrendo de fome e de vontade de fazer aquilo.
Chegamos ao laboratório e lógeco, fila. No estacionamento, imagina a cena: Manobristas loucos correndo de um lado pro outro, num sábado de manhãs as 8 da madrugada. Uns já até suavam... a gente também, de nervoso.

Aí, senha, pega a senha, senta e espera. espera. espera. Tudo LOTADO!! Aparentemente fazer exames num sábado é maior programão divertido, mó galera por lá...

Chegamos ao guiché da mocinha e ela fala:

- Carteirinha do convênio, por favor?
- Sim, claro.
 -Pedido médico por favor? ihiiii senhor, ESPERMOGRAMA sócomhoraagenda,numfazdesábado,sónaoutraunindade"
- Quê??? (marido do lado, veja a cena)

E a garota que já havia berrado fala mais alto:

- EPERMOGRAMAAAAA, não faz de sábado, e ESPERMOGRAMA só na outra unidade. ESPERMOGRAMA só marcando com antecedência e pelo telefone!!!
- Ah entendi, obrigada. (euzinha falando bem baixinho para ver se ela se tocava....) Marido de pé do meu lado, querendo matar a menina. Mas, e qual o número que eu ligo lá agora...
- Ah, você vai ter que ligar na central para marcar o ESPERMOGRAMA.
- Entendi, obrigada. afundando na cadeira.
-Mas se você quiser faz os exames de sangue agora e aproveita que vocês já estão de jejum. Aí o ESPERMOGRAAAAMA, o Sr. faz depois, o que acha?
- Claro, claro... (ora veja, e o jejum daquilo, faço o que? espero mais uma semana?? penso eu)

E lá fomos nós fazer o exame de sangue.

Na saída resolvo perguntar qual o"preparo" para o tal do exame, e a enfermeira diz o que??
- ESPERMOGRAMA, ah, num sei... Fulana você sabe o preparo para ESPERMOGRAMA?? Ah... sim, claro. 3 dias de abstinência, e bla, bla, bla.

Gente discreta né?  Acho que até os manobristas lá do lado de fora ficaram sabendo do motivo de tão ilustre visita...
Now, a Vila Mariana toda sabe que temos "certas dificuldades" de engravidar, e que o espermograma precisa de 3 dias de abstinência e que não faz naquele laboratório. Nem de sábado, dizem elas.

caras colegas, telefone já foi inventado, antes de começar a sua abstinência, por qualquer motivo que seja, vale uma ligaçãozinha para evitar stress... e exposição da sua bela figura...

Resultado: tem muita gente sem noção em laboratórios. Ainda não sabemos as técnicas de coleta desse exame. Marido ainda não fez amor com o potinho e tivemos que ligar na central para maiores informações. Pelo menos no telefone a menina não gritou o nome daquele exame....

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Um testezinho....aqui outro acolá

Shhhhhh...

Num conta pra ninguém... mas eu vou ali, bem rapidinho, na farmácia sabe, comprar um testezinho....

Abstinência é fo*@ ...

Quem sabe né???

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Testando a Fertilidade

Daí que estou tirando a temperatura basal e segundo minhas análises, eu ovulo (uia!). Essa semana, depois de muitos dias em 36,2 a temperatura subiu para 36,7. Acredito que ovulei. Era bem no14º dia. Ciclo perfeitinho. Praticamos e treinamos nos dias anteriores, e no dia seguinte a temperatura já tinha caído para 36,5. Logo acho que não houve fecundação, certo? Tava vendo o post da Morgana do Doce Espera e a temperatura dela está alta desde que ela descobriu a gravidez. ( fofa!)
Esse o termômetro que estou usando.

Comprei também o teste de fertilidade da Confirme! e comecei a medir no 11º dia. Logo de cara apareceu 2 risquinhos, mas um era bem fraquinho. Nas instruções dizia que tinha que aparecer 2 riscos BEM FORTES. Fiquei na maior dúvida mas, treinamos assim mesmo (he he). Agora, os risquinho sumiram, então prefiro acreditar que aqueles dois risquinhos significavam alguma coisa; Mais alguém usou esse? Como aparecerem os seus risquinhos??

Marido vai ao médico também, vai fazer o exame do potinho e ver se tá tudo bem lá, se ele tem afinal bichinhos down there.... vai que né, a gente nestes treinos todos e o rapaz num produz sementinhas, já pensou, o tempo perdido???

Acho que mês que vem, (se não der certo esse mês !!) não vou fazer nada. Vou deixar rolar. Vou deixar o bebê vir quando quiser vir... ué.

Vem bebezinho, Vem...

PS: as vezes penso em mandar tudo isso pros cafundós dos Judas e viver a vida de qualquer jeito. Afinal, apesar de querer muito um filho, a gente é muito feliz sozinhos.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Be PoSiTiVe :)

Quando tudo está dando errado, quando o mundo está de ponta cabeça e tudo parece triste e extenuante demais, algo MUITO BOM deveria acontecer, não deveria??

Ter fé.

Tenha fé.


"Quando tudo nos parece dar errado
Acontecem coisas boas
Que não teriam acontecido
Se tudo tivesse dado certo"

Renato Russo
 ...dizem

Esta noite sonhei algo diferente, sonhei que havia uma mulher na minha frente em trabalho de parto. Ela sentia dores, ao sentar numa cama, eu via a cabeça do bebê coroar. Não havia ninguém por perto, apenas eu e ela. Eu então ajudei a mulher a expulsar o bebê e o coloquei no peito dela, ainda sujinho, e com o cordão ainda ligado à mãe;
Sonho esquisito... feliz. E eu tinha certeza do que fazia. No momento, estou encasulada, esperando essa onda de coisas ruins passarem e minha felicidade voltar a brilhar, mais forte do que nunca. Espero.



Há sempre luz em meio a tempestade




segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Nem só de flores...

E nem só de flores vive-se essa vida...

Ontem, foi um dos dias mais terríveis da minha vida.

Para quem não sabe, sou de São Paulo, Capital. Moro numa região central, relativamente bem localizada teoricamente seguro. Moro ao lado de uma delegacia.

Mas a gente não vive trancada em casa, não é mesmo? E eu, linda e feliz, após um almoço de domingo bem agradável, eu sofri a violência que sempre vemos na TV.

Ao voltar para casa, após deixar minha mãe em casa, fui abordada num semáforo e tive meu vidro quebrado, bolsa roubada e um trauma para cicratizar com o tempo.
Isso ocorreu no cruzamento da Teixeira Leite X Barão de Iguape as 16:50 da tarde. Durante o dia.

Sabe aquela coisa que você nunca acha que poderia acontecer com você? Pois é, aconteceu comigo. Nunca dirijo distraída, nunca deixo a bolsa do lado do passageiro, nunca dou mole nos semáforos. Dessa vez, por ironia do destino, fui relapsa. (o que não justifica a falta de segurança). Eu estava feliz, recordando o almoço, ouvindo uma música bacana, aproveitando o momento.

Num segundo minha felicidade se foi... Eu instintivamente reagi, tentei puxar a bolsa de volta, acabei com pequenos cortes na mão.

No fim, meninas, ficou a lição. Além de uma grande gratidão à Deus por ainda estar viva, sem nenhum dano físico, ficam apenas as feridas emocionais.

Dando tempo ao tempo elas hão de cicatrizar!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

A intrometida

Advinha quem apareceu sem ser convidada??? 

Pois é meninas, ainda não foi dessa vez, mas no próximo ciclo começamos tudo de novo. O saldo positivo é que meu ciclo foi de exatos 28 dias. Pontual. Mesmo assim não escapei da ansiedade e fiz 4 testes esse mês... ninguém é de ferro..
Se ovulei ou não, ai já é outra estória...
Mas para quem estava tomando pilulas a 12 anos consecutivos sem nenhum break, tô no lucro.
Estamos no ciclo 1 de tentativas e contando...

Espero não esperar muito....

#Nota mental 1: compar o teste de fertilidade;
#Nota mental 2: começar a marcar a tal da temperatura basal.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Lugares Para Fazer Bebês 3: Orlando - dicas

Orlando? Pra fazer bebês? Nada romântico não??

Pois é, eu sei, mas... quando há T tudo é possible, right?

Bom algumas de vocês estão com viagens marcada para os Estados Unidos, e como já morei lá e também já visitei Orlando 3 vezes vou deixar algumas dicas...

Quando ir:

  • Abril/Setembro são os meses mais vazios lá; Janeiro a temperatura vai abaixo de zero, logo andar por lá fica mais complicado. Dezembro tem Natal na Disney, é lindo, mas cheio. Julho é o desastre! Se possível não ponha seus pés por lá, é MUITO quente, MUITO cheio e MUITO caro. Ninguém merece. Março e Outubro há os "School Break" são duas semanas de parques lotados. Cuidado e atente para essas semanas!

Quanto à companhia área:

  • Há muito voos para Orlando. A mais barata é Copa Airlines: faz escala no Panamá. Demora 9 horas de voo, 6 até o Panamá e 3 até Orlando. Os aviões são novos e modernos, a tripulação educada. A comida é boa para os padrões de um avião. Na minha opinião foi melhor que a United, (a comida);
  • Você pode ir também de TAM, United, America Airlines que tem voos diretos;
  • Chegue no aeroporto de Cumbica 3 horas antes. Nosso aeroporto é uma VERGONHA! O do Panamá é bem mais bonito e organizado, e tem um free shop bem grande e com preços melhores que o do Brazil e de Orlando;

 Quanto à hospedagem.
  • Cuidado, há muito hotel velho em Orlando. Dessa vez fiquei em um dos anos 70. Tudo funcionava, mas... faltava aquele tcham. E eu comprei dessa última vez pela CVC hein!! Mas já fiquei em um que só tinha água fria!!!

  • Se possível tente ficar em um hotel que tenha quartos com cozinha, tipo um flat. Se for com família grande vale a pena alugar uma casa (!);
  • A cozinha ajuda com o café da manhã, pois o de lá é terrível, não há quem guente ovos, panquecas e bacon por 10 dias de manhã; Nos hotéis, geralmente o café da manhã não está incluído, logo você vai pagar para comer algo que não gosta, tomar chafé e beber suco de laranja de caixinha.
  • Cuidado no hotel, tranque tudo, mantenha sua mala trancada com seus itens de valor. E cortinas fechadas se sua janela fica no primeiro andar! Há muitos hotéis com livre entrada e portas para a rua, logo para ser furtada não precisa de muito;
  • As tarifas são bem menores fora de temporada.
  • Não estão incluídos as taxas de serviço, nem gorjeta, reserve umas doletas para isso.
Quanto à alimentação:
  • Voltei com 4 kilos a mais dessa viagem a Orlando. Quando morei lá voltei com 6 kilos a menos. Veja a diferença que faz quando se tem uma cozinha por perto. Se você entrar no sistema de alimentação deles, estará ferrada!!! Cuidado!
  • Esqueça a possibilidade de comer arroz e feijão. A comida é diferente e as porções avantajadas.
  • Fique atenta ao Junk Food, e se o $$ ajudar, passe longe deles.
  • Para o café da manhã indico o Denny's: www.dennys.com/  tradicionalmente americano, um prato serve tranquilamente 2 pessoas por uns US$17. Também indico o Panera Bread www.panerabread.com/ mais caro US$20 p/ 2 pessoas, mas mais saudável... boas opções de sanduiches e muitas coisas orgânicas. O café é melhorzinho.
  • Almoço: depende de onde você estiver. Se for nos parques suas opções não são muitas, melhor levar uns lanchinhos na mochila, snacks e ficar longe dos hambugers and hot dogs (que nem de longe são bons como os nossos, eca). As bebidas, de longe, são BEM mais baratas se compradas nos mercado;
  • Jantar: Algumas boas opções são: Red Lobster www.redlobster.com/ para frutos do mar, preços bons e bem mais barato que comer lagosta no Brasil, em torno US$ 70 para 2 pessoas.; Se você curte uma pasta, vale ir ao Olive's Garden: www.olivegarden.com/ Comida Italiana à lá USA... nada de divino, mas porções grandes (dispense o appetizer) e bons vinhos. Também torno de US$60 p/ 2; Num lugar mais badaladinho vá ao Planet Hollywood : http://www.planethollywood.com/, que tem um visual bacana e cominhas em porções obviamente generosas:
Tem a decoração dos filmes, com peças e coisas usadas no filme: 

  Fica na Disney DownTown e é bem difícil estacionar por lá. O parking lot é de graça, mas é um inferno!!;


Por último, não tem o vizu do Planet, mas é bem gostoso é o Hard Rock Café: http://www.hardrock.com/ , para os fans de rock tem roupas, fotos e instrumentos musicais de muita gente famosa!! :


 é legalzinho, mas eu preferi o Planet...

 O cara escuro é o Maridon!!

Quanto aos Parques:
  • De longe, para nós na casa dos 30, a Universal é mais legal. Existem 2 parques: Universal Studios e Island of Adventures. O SeaWorld é bacana para quem quer ver a Shamu. Eu AMO!! E tem duas montanhas-russas incríveis, foram as minhas favoritas!!
  • A tal da Disney: se é seu sonho, vá. Mas lhe adianto que não há montanhas-russas gigantes. É mais para crianças. Se fizer questão de ir, vá ao Magic Kingdon, que tem o castelo da Cinderella e você pode tirar a fotinho famosa:
Olha eu aí! Foto de 2006!
  • O Bush Gardens; eu nunca fui porque não fica em Orlando, e sim em Tampa, cidade próxima. Se você gosta de adrenalina, dizem, que este é O lugar. Num sei. Não posso dizer.
Quanto à compras:
  • Walgreens: http://www.walgreens.com/ é a farmácia, mas lá vende de tudo um pouco. Quebra um galhão e tem de monte por lá;
  • Walmart: http://www.walmart.com/ é o paraíso, para compar de tudo um pouco, compre suas malas extras por lá! Shampoo, cremes e guloseimas são SEMPRE mais barato por lá; Dê uma sapiada nas roupas. Inclusive nas de bebês;
  • Target: http://www.target.com/ minha favorita, tem também de tudo um pouco, mas alguns produtos legais só tem no site. Compre on line e envie para seu hotel (se este for de confiança). Roupas de bebês da Carter tem lá tb!
  • Babies "R" Us: http://www.babiesrus.com/ , rá, cê vai ficar doida menina!!! Vá com foco, se não vc se perde!
  • Gymboree www.gymboree.com/, idem acima, mantenha o FOCO!
  • Carter's: http://www.carters.com/ idem acima! Não há roupinhas para bebês mais lindas, ai, na verdade a competição é acirrada...
  • Burligton Coat Factory: http://www.burlingtoncoatfactory.com/ tem uma na frente do Florida Mall. Loja de ponta de estoque. Roupas de marca com preços menores, vá com tempo, é um galpão cheio de coisa, para vc, para a casa, pro bebe, carrinhos e berços, de tudo!! Comprei blusinhas por 12 doláres e um casaco de inverno por $60 (gastei 300$$, na verdade)
  • Ross: www.rossstores.com idem acima;
  • Best Buy: www.bestbuy.com  para eletrônicos;
  • Premium Outlet: http://www.premiumoutlets.com/ tem muitas lojas, todas ótimas e com preços mais ótimos ainda, lá tem o outlet da Carter, com precinhos de banana.... e a GAP, com aquele moletons que vemos na rua, lá vende de b-a-c-i-a-d-a..
CUIDADO:

Há muitos ladrões oportunistas em Orlando. Várias pessoas me alertaram e não tive problema nenhum. Mas tive alunas furtadas dentro do hotel e no carro. Prevenir é melhor que remediar. Fique atenta e se compar algo de valor, vá direto pro hotel e esconda em algum lugar lá. NÃO guarde coisas no porta-malas e volte à loja/shopping para mais compras, você corre o risco de voltar para casa com porta-malas vazio!! Não deixe coisas de valor a vista e mantenha com você todo seu $$ !! Ou esconda no hotel. Tive uma aluna que perdeu todas os eletrônicos que havia comprado pois foi roubada dentro do hotel. Perdeu todo o $$ que levou + os eletrônicos que comprou.
Uma boa saída para não levar muito dinheiro é o VISA travel money, o novo traveller check. O meu não funcionou em todos os lugares, mas em boa parte das lojas usei ele. Sempre tinha comigo uns US$200 pra garantir e tb o cartão de crédito.

NO mais, amiguinhas, guardem dindin e divirtão-se... eu simplesmente AMO muito!!!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Quem Nunca??

Quem nunca:
  • Provou um jeans de gestante (sem estar grávida) e achou que ficou melhor que o tradicional? #pançuda!
  • Fez testes de gravidez só por curiosidade?
  • Comprou uma roupinha de bebê só para aliviar o coração?
  • Fez amorzinho sem estar muito afim só pra não perder o "possível" período fértil?
  • Andou com a mão na barriga, imaginando o que mora ali dentro? (nada, assim dizia o teste).
  • Tomou uma, duas, ou três cervejinhas, mas fica na dúvida depois disso?
  • Não aguentou de novo, e fez o teste de novo?
Pois é meninas, isso tudo aconteceu na viagem!! Fui eu, lá para minha adorada terra do Uncle Sam dar uns rolês e pirar nas Montanhas- Russas!!

Orlando é lugar pra fazer bebês? Sei lá... mas eu tentei.

Até agora nada. (unft!!! :p )

Passei na farmácia lá, comprei um testezinho básico pois logo depois que eu cheguei comecei a ter meus mamilos SUPER doloridos. Mas bastante mesmo. Suspeitei. Fiquei na dúvida. Alguém mais sente isso, ou só eu? Ai fiz o teste lá. Custou US$10,00 pacotinho com 2. O primeiro, semana passada, deu negativo. O de hoje, porque obviamente, ter um teste em casa é tentador, também deu negativo.  : (

Lá vi por $50 um pacote com 30!!! testes. Na hora pensei: - Quem será a louca, neurótica que compraria isso? Na boa, devia ter comprado. Shame on me....

E compras? Num comprei nada naum. A porcaria do teste deu negativo, né? O dinheiro não tá brotando em árvore. Chorei. Fiz marido prometer que a gente vai lá de novo, assim que eu tiver de uns 5 meses, e comprar TUDO que eu quiser.

E ainda tive que engolir seco e comprar presentinhos para umazinha aí que gosta de dar golpes da barriga em meninos desavisados. (cunhada vaca) Daí chorei de novo, porque ela não merece!

Mas para não dizer que não comprei nada:


My little thing that I already love....

E de brinde ganhei 4, isso mesmo 4 kilos nesta viagem!! Oh dear junk food... bem que eu tentei comer coisas mais leves, mas lá tava dificil...

Ainda vou escrever um post com dicas para quem vai para lá. Porque eu pesquisei muito viu? To cheia de dicas!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Dos Treinos...

He He He...

Faz neném é legal né? Sempre imaginei como seria esse momento e a cada "noite" tenho uma surpresa...

Marido me olha diferente, faz amor diferente e tá num cuidado que é impressionante. Toda hora me olha, me beija, me faz carinho... gente se eu soubesse, estaria tentando faz mais tempo. Tô adorando esse mimo todo!

A cada tentativa ele vive como se naquele exato momento estivéssemos mesmo, fazendo um bebê. Mesmo quando eu aviso que (acredito) ainda não estar no período fértil. Ele insiste. (homem não deve saber bulhufas de período fértil, né naum?)

Well, já dizia minha avó, pensamento positivo e canja de galinha, não faz mal a ninguém.... (ou mais ou menos isso, rs)
Bom, hoje é dia 15, estamos chegando perto do dia D, e estamos saído de férias!!! (ebaaaa)

Volto em 10 dias... e se tudo der certo, não seremos mais 2. E sim 2 and a 1/2!

Até a volta!


*PS: A imagem do post é a posição que me indicaram para o "após".
*Nota mental: Começar aulas de Ioga.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Oficialmente uma Tentante :O

Olha as novidades::::   Ansiosas?? Ok, eu conto:

Daí que eu fui na Gineco na Segunda-Feira. O mesmo consultório, mas Dra. diferente. Gostei dela. Me atendeu com calma, me examinou, respondeu às minhas 2741 perguntas...Disse à ela, então, que eu finalmente estava pronta e queria tentar. E ela falou vai em frente!! (que coisa simples né?, fácil assim). Ela fez tudo parecer tão fácil!!! Tão natural. Mandou eu tomar ácido fólico (já tomo dotôra!) e maridon tomar catuaba, rs. (pódexá)

Preguntei o que precisava fazer, e ela disse que namorar bastante. (obveo)

Aí, nesta linda Segunda-Feira, chamei o maridon, sentadinhos na nossa cama, contei da consulta, disse que estava pronta mesmo e que não queria mais esperar. Faltavam apenas 2 pílulas na minha cartela. Eu sempre tomei o anticoncepcional initerruptamente, e então queria logo que meu ciclo começasse. Decidimos então jogar fora as duas últimas restantes. Joguei no shampoo (dizem que faz o cabelo crescer, rá). Eu e Maridon, juntos, pegamos as bolotinhas e as dispensamos no pote, cada um jogou uma. Team Work.
E então, estamos oficialmente TENTANDO!! (#todasjuntas = grito de uhuuu!!! :o )

Hoje mesmo a danada da Mostra deu as caras! Logo meu ciclo começa HOJE. (gentem que coisa) e, segundo consta em 15 dias chego ao tal do perido fértil.

#sonho de consumo: não ter a próxima menstruação.

Tô empolgadinha. he he.

#todasjuntas: apoio e mãos juntinhas para a santa das mães parideiras para esse neném vir logo!

Gostaram da novidade?

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Precipitada de mais??? Me ajudem!!

Faltam 4 pílulas na minha cartela. Aí, adeus amiguinhas protetoras, mas é hora de dar um tempo na nossa relação. Decidi parar o anticoncepcional. Mesmo. Juro. Dessa vez é pra valer! #medo.

Entoncis, o porque do meu desespero é:

Vou este mês viajar ao exterior, e eu queria muito um carrinho de bebê daqueles superpowerextramega legais. Aqui no Brasil, custa caríssimo, tipo uns mil conto.



*Fato: acho precipitado comprar agora, sem ao menos estar grávida. Tantas colegas aí estão na luta a mais de ano. Vai que fico com o trambolho carrinho aqui, entulhando minha casa e enchendo minha cabecinha de caraminhola...

*Fato 2: se eu trouxer vou economizar uma grana e vou ter um carrinho e uma cadeirinha de carro bacanudos.

*Fato 3: O câmbio tá ajudando pakas. Mas até quando?

Ajudem me, meninas...

Qual sua opinião sincera?

terça-feira, 23 de agosto de 2011

De volta à "dieta para sempre"...

 Lembra que num post ai em baixo eu falei da minha reeducação alimentar?

Pois é, nem tudo na vida é flores, e eu também as vezes me deixo levar pelos risotos queridos.... Junk Food engorda. FATO. Mas comida boa engorda também, colhega. Ah se engorda...

Não não boto mais junk na mesa, em compensação, um belo prato de arroz e feijão fresquinhos são irrestíveis, não? (como com farinha, axé pro'ceis)

Olha a balança que não mente!

Ai que, of course, engordei uns 3 kilinhos... dos meus 60 que tinha, fui aos 63kg. Not bad, I know.

Mas a operação Biquíni sem Canga tá rolando nos blogs por aí. Várias mamães se motivando à perder uns kilinhos então aqui fica minha singela contribuição.

Que conste: Já se foram 1,3 kg. Veja você mesmo!! Ó:

Como essa proeza acontece em 2 semanas? Contando as colheradas. Isso aí, preste atenção no seu prato!

No meu vai:
- 4 colheres de arroz + 2 de feijão + uma carne média + salada a vontade!!
- Tomo café da manhã com pão integral e geleia, ou cereal com leite;
- Abuso das frutas!
- Água, muita água. Tenho uma garrafa aqui em casa e outra no trabalho.
- Não beba líquidos durante as refeições.
- Não precisa nem falar que refrigerante NUM PODI!!
- Grelhe tudo. Salve Geoge Forman!!
- Grãos integrais dão mais saciedade.
- Finais de semana estão ai para estragar tudo... (brincadeirinha...)
- Cookies integrais e light;
- Alimentos Orgânicos são mais saudáveis, logo vc se sente melhor tb!

E não passo fome. Comidinhas e snackizinhos a cada 3 horas. 6 refeições por dia.

E tchau, tchau kilinhos extras. A balança está lá para não me deixar mentir. Vou tirar mais fotos depois. (se ela baixar mais... he he he.)

Quanto à balança, não se desespere. Ela muda durante o dia. Se pese sempre no mesmo horário do dia. Eu me peso todo dia, de manhã, após meu café da manhã e de usar o banheiro... me sinto mais leve (lódgeco, né..)
Se não tiver balança em casa, eleja APENAS 1 (uma) no bairro e se pese lá, uma vez por semana, de preferência no mesmo horário, no mesmo dia., e com o mesmo tipo de roupa. Tipo sábado antes de ir à padoka.

E boa sorte para todas nós. Vamos nos falando e contando os kilinhos que se vão.

Ah, a dieta é para sempre, e por assim ser não deve ser restritiva, e sim deve virar um hábito, se não os kilos voltam. (óbvio)

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Apple Crumble

Sabe aquela fominha da tarde? E você não quer destruir sua dieta? E ainda quer algo gostoso e reconfortante? Vá de:

APPLE CRUMBLE
você vai precisar de:

1 maçã cortada em cubinhos;
1 cubinho de manteiga;
Canela em pó;
Farinha de trigo (eu uso a integral);
Aveia;
Farinha de Kinoa (se não tiver tudo bem)
Açúcar (eu uso cristal orgânico);

Misture todos os farináceos, o açúcar e a manteiga com as mãos e faça uma farofinha.
Coloque as maças num potinho  que possa ir ao forno e polvilhe com canela;
Cubra as maças com a farofinha e leve ao forno médio.
Uns 15 minutos deve bastar;

Espere esfriar e coma! Se quiser pisar na dieta um pouquinho adicione sorvete de creme!

Essa receita tb pode ser feita com morangos, amoras e frutas vermelhas (daquelas congeladas);

Delicie-se

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Sogras: Bruxas ou Fadas?


Até sei de umas meninas sortudas aí que amam suas sogras de paixão. Fato estranho, mas não raro.

Não, eu não odeio minha sogra. Admiro a mulher batalhadora  e super profissional que ela é. Mas a querer por perto já outra estória...

Deixa eu falar, a minha 'amada' tem mania de inventar coisas, é entrona, mexe em tudo, é desorganizada e onde chegar a zona se instala. Afe! Cansa só de lembrar...

Sabe aquela estória de que sogra não pode morar perto o suficiente para não vir de chinelo e nem tão longe que tenha que vir de mala??? Colega, é a mais pura verdade! Eu me encaixo na segunda opção; A minha vem de mala, cuia e só falta trazer o penico. E toda vez que ela vem, tem briga.

Maridon se transforma com a mãezinha por perto. Esquece de mim, é Deus no céu e Mãe na terra. Tudo que é um martírio de fazer comigo, com  mamãezinha ele faz. Até ir na 25 de Março ele vai, veja só. Passear no shopping e ver t.o.d.a.s  as vitrines é passeio prazeroso, se enfurnar num carro e descer ao Boqueirão? delícia...
Pois é colega, é de surtar. O muleke não sabe dizer NÃO para a mãe. Com ela tudo pode e tudo dá.

Até eu dar um basta.

E dei!


  • Sogra não se instala mais na minha casa. Fica em hotel, ou na casa de quem bem entender, mas não na minha. Vai zonear  a casa de outra pessoa, vá!
  • Não vou mais passar férias no apartamento que ela aluga no fim do ano. Ela mente. "Só a gente" quer na verdade dizer, a gente, mais o amigo do 'a gente', a namorada do amigo do 'a gente', mais o filho do amigo do 'a gente' e as 8 pessoas viram 15. Tô fora. Sério.
  • Não faremos mais passeios de índio; Ah, estamos em Ubatuba, mas o sal do mar aqui tá esquisito, quero ir até Maresias,  num Uno Mile, sem ar e com 5 pessoas grandes dentro do carro e calor de 35ºC, vamos? - - NÃO.
  • Vou à terrinha dela somente o necessário. 4 dias é o limite. Não mais, nem menos (mentira, menos é sempre bem vindo) . E 'Não' será distribuído a vontade. Especialmente se a comida for: língua de vaca, muela de frango, frango ao molho pardo, bacalhau nojento e salgado, e qualquer esquisitice do gênero; - Não obrigada. Cê num sabe cozinhar não minha senhora.
  • Não, eu não vou à roça. (sorry, nasci na cidade grande);
  • Não eu não vou te dar um neto de cabelos cacheadinhos como os meus. Compre um Cocker Spaniel.
Não que eu seja uma pessoa má. Mas convenhamos, né? Tem limite para tudo.  Ela lá e eu aqui.

Na verdade eu e ela temos uma personalidade mandona muito parecida. Ela domina a família dela, e eu domino a minha. Aqui em casa, quem rege a orquestra sou EU. E outra mulher na minha casa é ultrajante. Mexendo nas minhas coisas?? Credo;

Mas me diz aí, há solução para isso?

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Infecção de Urina, ai, ai....

Eu sofro com essa maldita!!! Dói pacas! To fazendo tartamento há muito tempo, e a coisa não vai muito bem não.

Fica um incomodo que acho que vou fazer xixi na cama!

Ai, que um dia eu decobri o SUCO DE CRAMBERRY!! Tomo todos os dias. E quando a dor vem, eu me jogo no suco e o alívio é quase imediato.

Olha, não vou mentir, mas é bem carinho, no Pão de Açúcar é onde encontro mais barato: R$9,90; O Light não tem muita diferença em sabor do Normal, nem no preço. Eu prefiro o light.
Se você també sofre, faça o teste!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Quase uma tentante!

Barriguetes!!! Olá!

Hoje o dia está lindo! Frio, mas lindo!

Hoje também fiquei sabendo que minha chefe está grávida e fiquei mais motivadinha!! Deu uma coragenzinha maior!

Desde o dia 1º já estou tomando meu ácido fólico, e veja só, com a receita da médica, fui ao posto e peguei cartelas de graça para 2 meses!! É só ir com seu RG e conta de luz ao posto mais próximo e pegar o medicamento!

Tomar o ácido também me motivou, estou ficando super animada com essa ideia. To até cogitando não tomar a última cartela que comprei!!!  Veja só!

Foto do meu aiversário do ano passado, mas é tão lindho!!
É ou não é um dia lindo?

sexta-feira, 29 de julho de 2011

E se a mãe fica doente, quem cuida?

Pergunta que não quer calar: Quem cuida da mãe, quando a mãe fica doente?
Resposta: DEUS, eu acredito.

Porque estou doente a 7 dias. A 5 marido e eu dormimos em quartos separados. Não, nós não brigamos, apenas não dá para um dormir quando o outro tosse do lado. E colega, estou confiante que tossir é como fazer abdominais, porque minha barriga está bem dolorida, viu!!?

Já tentei de tudo, já fiquei com raiva da Homeopatia e da médica. Já tomei xarope no gargalo. Logo terei uma overdose de chá de gengibre com canela. Anti-alérgico e Antibiótico é uma boa mistura, dizem...
Nada adiantou.

Céus, dormir a noite inteira é pedir muito ou o Sr. esta me treinando para o que está por vir??

Rezem por mim, pq depois de tudo que fiz, só reza braba mesmo.

O que me consola é que, não tem um bebê dependendo de mim justo agora, e se tivesse, como fica?

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Eu não terceirizo meu filho.

Meu marido foi criado pela Fia. Ele não sabe qual o nome da Fia. Fia está na casa dele até hoje, e ele ainda não sabe o nome dela. Meu marido tem mais 2 irmãos, que brigam até hoje com a Fia porque não querem acordar antes do meio dia para que ela possa limpar e arrumar a cama deles!!! (pasmen)

Quem me criou foi minha mãe. O nome dela é Sonia. Eu sei o nome de quem me criou. Também sei que na minha casa tinha regras rígidas, que ninguém ficava coçando o saco e à toa, e todo mundo colaborava para manter a casa em ordem. Minha mãe NUNCA fez faxina sozinha enquanto eu jogava vídeo-game. Dia de faxina era dia de faxina para todo mundo.

Neste ponto sou muito clara. EU NÃO VOU TERCEIRIZAR A EDUCAÇÃO DO MEU FILHO. #prontofalei.

Que me crucifiquem as donas de seu próprio nariz, (assim como sou hoje) mas não vou por filho no mundo para outra pessoa tomar conta. Se fosse para ser assim, já teria tido filho há muito tempo...

Uma vez uma de minhas alunas, mãe de uma menininha de 2 anos chegou em casa e viu a filha brincando de passar roupa. Ficou chocada (como se passar roupa fizesse cair a mão de alguém), OMG (oh my god) minha filha "copia" a empregada!!!! E eu, com muita graça, lhe disse: - Mas é lógico, com quem ela fica a maior parte do dia? E que atividades essa pessoa faz?? Como você quer que ela TE copie se ela não fica com você. Noutro dia a menininha pronunciou um "ôxe", deve ter sido a morte para aquela mãe...

Sou categórica neste ponto. Por quanto tempo me dedicarei exclusivamente ao meu filho(a), não sei. Mas que vou, vou. Minha mãe, a minha sogra, a fia, a creche, a babá não tem a menor obrigação de criar filho que EU pus no mundo.

Pense, se a fia toma conta do seu filho, quem toma conta do filho dela?

Tive a inspiração deste post lendo o blog batatinha-tinha onde ela reproduz a entrevista do pediatra José Martins Filho que escreveu o livro A Criança Terceirizada do qual eu prontamente devo compar para quando alguém (tem sempre alguém) vier palpitar nas minhas escolhas.


quarta-feira, 20 de julho de 2011

Reformando o Lar

Sim, caras colhegas... eu jurei que nunca ia fazer reforma na vida. Vai, burra, com mania de menina rica-nascida-em-berço-de-ouro.

A questão é: passei a pré-adolescência e adolescência numa reforma. Me casei, saí de casa (não na mesma ordem) e a porcaria da casa ainda não estava terminada.

Já almocei comida com pó de mármore e tb já fiz coco no buraco do cano, pq a privada ainda não estava instalada. Já dormi na edicula dos fundos (do lado de fora da casa) com a minha irmã, pq nosso quarto ainda não estava pronto. Os pedreiros dividiam a mesa do almoço com a gente!! Quase parte da família depois de tanto tempo!

Envernizei mais de 2.000 (mil, isso mesmo, mil) telhas, pq papai queria economizar mão de obra. (serviço escravo-infantil, vejam só!)

Lixei e envernizei portas e janelas. Resumindo, TRAUMATIZEI, colega.

Aí, sempre pensei que compraria uma casa pronta e que nunca iria ao Casa e Construção de novo na minha vida.

Como a vida é cheia de desilusões, o único apartamento que pude comprar era da década de 60. Foi comprado na planta, por uma velhinha que conseguia ser mais velha que o prédio. E a senhorinha NUNCA reformou o apê. Veja que beleza, original de fábrica, único dono;

Bebi alguns meses água com ferrugem, e lavei roupa sem tanque; (não pergunte, tb não sei como se lava roupa sem tanque). Aí, cuspi pra cima e tomei coragem e fui à reforma. COMIGO DENTRO do apê!!!! Lindo. Quase uma poesia aquelas poerinhas na minha cama fazendo cosquinha na minhas costas.... lindo.

Nem preciso dizer que quase surtei, preciso? Nem que comecei terapia depois de sofrer horrores com a incompetência dos construtores civis. (pedreiros no caso).

Mas como a gente é gente simples, a grana só deu para metade do apê. Cozinha e lavanderia. Partes que eram bem urgentes, não dava mais pra ficar se tanque e com água e ferrugem na comida.

 Vejam como era:



Cozinha








Cozinha
de outro ângulo, lógico...

Sala


Depois de muita grana e sofrimento e comer poeira, dormir com poeira e tomar banho com a maldita poeira:

Ficou assim:

Sala com cozinha americana.

Vista da sala, a planta que vc vê, morreu!


Vista da cozinha para a sala.
Curtiram?? Ficou charmozinho, mas não vou mentir, deu um trabalho do cão. jesuis...quase #pireinabatatinha.

Mas ficaram as dicas:

1- Faça uma planilha com tudo que você pretende fazer;
2- Faça orçamentos de quanto vai custar essas coisas;
3- Veja se o valor final bate com o $$ que você supostamente guardou.
4- Compre tudo, se possível, próximo à sua casa. Se der merda, vc pode ir lá xingar o cara sem ter que cruzar a cidade para isso.
5- O barato, normalmente, sai caro. Compre coisas de boa qualidade, desconfie de diferenças absurdas de preço. (meu marceneiro manda lembranças, uí)
6- Não viaje na batatinha se vc não for arquiteta.
7- Se você não sabe do que seu pedreiro está falando, questione.
8- Depois de questionar ligue pro seu pai, ele sempre sabe mais.
9- Se possível, faça a reforma SEM você la dentro. (você economizará dinheiro da terapia depois, juro).
10- Não escute seu marido. A casa é sua! he he he... (tá escute, mas só um pouquinho...)

E garanto, no final, vale a pena. A sensação de que a casa é sua, é M A R A V I L H O S A.

Em Outubro vai rolar o 2º round da reforma. Quartos, sala e banheiro. E eu.... to mergulhando de cabeça no novo projeto! Já estou orçando algumas coisas para ver se vai dar para fazer tudo!!!

Desejem-me sorte!

Ah, Claro que eu estou participando do sorteio de lançamento do Minha Mãe que Disse!!